Enfim ela surgiu, como um raio de sol após a chuva violenta. Aquela que faleceu no inferno, agora renasce no céu e encontra dentro de mim a paz para reinar.

Um sentimento tão incomum, ainda não experimentado surpreendeu meu ser tão acostumado à sofreguidão levando-o a extrema euforia.
Chamada de felicidade, invadiu minha vida colorindo minha alma cinza e iluminando meu rosto tão pálido e triste.

Não sei de onde emergiu e nem por quanto tempo perdurará, mas foi voraz o suficiente para cicatrizar minhas feridas, clarear minha aura e encher meu peito de esperança.
Após milhares de anos meu casulo ser voltou a abrigar a luz do piedoso Deus Rá.

fenix-f